Ecokart Portugal nas 24 Horas da Batalha – Um Marco na Mobilidade Verde em Portugal

Artigo publicado em Linked in

“Pode soar imodesto, bem sei. Mas foi nesse clima de celebração que o Team Ecokart 24h e o nosso EcoKart G1 cortaram a linha de meta da mais reconhecida prova portuguesa de endurance em karting, as 24 Horas da Batalha, na internacional pista Euroindy.

Mesmo sendo uma participação extra-classificação, já que se tratava do único kart elétrico presente, as mais de 300 voltas efectuadas e os tempos por volta atingidos não deixaram ninguém indiferente. Conseguiu-se, assim, alcançar todos os objectivos que pautaram esta acção:
. Provar, sobretudo aos amantes dos desportos motorizados, que há alternativas não poluentes para o futuro;
. Demonstrar que já há em Portugal quem esteja a investir na evolução racional da mobilidade, de poluente para verde;
. Efectuar um teste de esforço do projecto Ecokart G1, o protótipo da primeira frota portuguesa de karts eléctricos;

Apenas as cerca de três dezenas de pilotos estrangeiros presentes não ficaram tão surpreendidos com esta participação. Afinal, em França ou Itália, de onde vinha a maioria, já há muito que se constroem e se corre com karts elétricos. A Ecokart Portugal posiciona-se agora como uma alternativa ‘Made in Portugal’. Já era tempo.

Ecokart G1 – Um Kart ‘à medida’
O que nos importa é o ambiente. Mas ecologia à parte, o conceito Ecokart tem inúmeras outras vantagens e inovações. Por exemplo, para esta prova programámos a telemetria do G1 para igualar as prestações dos karts de 270cc que iriam correr na prova. Teria sido muito fácil, à custa da autonomia, termos tornado o Ecokart mais rápido. Ou, até, utilizar um ‘boost’ para ultrapassagens e voltas mais rápidas.

Mas o intuito era demonstrar também a versatilidade do conceito eléctrico, em que o mesmo kart pode, na realidade, ser vários karts, com ajustes a qualquer momento, à medida do evento e/ou do utilizador. O que virá a ser muito útil nos eventos sociais de sensibilização para uma mobilidade mais verde, como também na fase de comercialização para kartódromos indoor, os primeiros que terão obrigatoriamente de reciclar a sua frota.

A Box mais visitada e animada
Durante todo o fim-de-semana, a box da Ecokart Portugal foi a que mais curiosidade suscitou aos presentes. De pilotos a proprietários de kartódromos, de curiosos a profissionais, muitos quiseram saber mais sobre este projecto. E a diversidade de perfil dos nossos pilotos ajudou: um piloto de fim-de-semana, um jovem piloto de karting, um ex-piloto de ralis e velocidade, o mentor do projecto e um bem conhecido actor. Cada um com a sua postura e conhecimentos, os seus testemunhos e abordagem individuais sobre esta experiência eram variados, mesmo se unânimes num ponto: este é o futuro!

Fica o sentido agradecimento a quem possibilitou esta primeira aventura: António Pragosa, proprietário da Euroindy, parceira da Ecokart Portugal, e a toda a sua equipa; Pedro Carvalho, o engenheiro responsável pelo desenvolvimento do G1 e dos próximos Ecokarts; e aos fantásticos apoios do Mosteiro do Leitão, do Hotel Villa Batalha, das Lojas O Frade e das nossas parceiras Verde Movimento e Choice;

Aqui há mais imagens.”

Deixe uma resposta