Congresso ADFERSIT, 3 e 4 de maio 2016

Presença da UVE neste evento.

http://www.congressoadfersit.com/

O Congresso bianual, que terá lugar nos dias 3 e 4 de maio, no Pavilhão de Portugal, é um dos mais conceituados eventos no setor dos transportes e mobilidade e é o único evento em Portugal que reúne as mais importantes empresas do setor dos transportes e mobilidade. Este é um espaço onde é dado a conhecer o ponto de situação do setor e se discutem quais os desafios e as oportunidades para o futuro.

Projeto U-Bike Portugal. Comunidades Académicas, estejam atentas!

No site do IMT pode consultar-se o seguinte projeto: “Projeto U-Bike Portugal

No regulamento pode ler-se:

“(…)O PO SEUR prevê, no âmbito deste Objetivo Específico, que se poderá apoiar a aquisição de bicicletas para uso público, em meio universitário, no âmbito de projetos integrados de âmbito nacional envolvendo consórcios de instituições públicas do ensino superior, referindo que estas iniciativas deverão demonstrar uma dimensão expressiva que induza um impacte à escala nacional ao nível da transferência modal em meio universitário. Neste enquadramento, pretende-se implementar o projeto U-Bike Portugal, um projeto nacional de promoção da mobilidade suave, com enfoque na bicicleta, em particular a elétrica, e incidindo numa primeira fase nas camadas mais jovens da população, os universitários. (…)”

Nissan Leaf já pode ser usado para “carregar” casas

A Nissan fez um acordo com a operadora energética italiana ENEL com vista a utilizar os carros elétricos como “estabilizadores” da rede.

Imagine o seguinte cenário: carrega o seu carro elétrico num posto grátis ou durante as horas em que a energia é mais barata e depois usa essa carga para alimentar a casa quando a energia é mais cara. Um cenário que vai ser já possível, pelo menos em Itália.

Já se sabia que os carros elétricos da Nissan estavam preparados para “devolver” energia à rede, mas ainda não existia uma utilização prática desta tecnologia, normalmente conhecida por Vehicle to Grid (V2G). Com o acordo agora anunciado pela Nissan e pela ENEL, a maior operadora de energia elétrica de Itália, o V2G vai poder ser utilizador em benefício dos utilizadores de veículos elétricos. O conceito do V2G é relativamente simples: a bateria do carro pode funcionar como um reservatório de energia, que carrega quando existe muita energia disponível (produção com base em fontes renováveis) e descarrega para a rede quando a energia produzida pelas centrais é menor ou mais poluente. Quando utilizada no contexto de redes elétricas inteligentes, o referido reservatório de energia pode ser utilizado para compensar picos (por exemplo, diminuir a potência máxima contratada para uma determinada casa) ou nos horários em que a energia mais cara, levando a poupanças na fatura energética.

Continuação da notícia em Exame Informática.

url Notícia Exame Informática