Vendas de Veículos Elétricos em dezembro de 2020 aumentaram 135.6% face ao mês homólogo

Tal como temos vindo a analisar durante todo o ano e como antecipámos, o ano de 2020 foi o ano do grande arranque e consolidação das vendas de Veículos Elétricos em Portugal, tendo sido ultrapassadas as 20.000 unidades.

Tudo isto num ano fortemente afetado pela pandemia da covid-19, que acabou por ter um efeito positivo na percepção que todos pudemos constatar do que seriam as nossa cidades e áreas urbanas sem o efeito nocivo da poluição atmosférica e da poluição sonora.

Este verdadeiro “cartão amarelo” que o planeta Terra mostrou a toda a Humanidade permitiu a um número cade vez maior de cidadãos opatarem por mudar, por deixar de consumir combustíveis fósseis e juntarem-se assim a todos os que participam neste combate decisivo às alterações climáticas pela eletrificação dos transportes e da mobiliddae dos humanos, pela descarbonização da economia, pela adoção de um modelo económico baseado nas energias renováveis e na produção local de eletricidade.

O que nos dizem então os números?
Forte crescimento das vendas de Veículos Elétricos nas duas categorias, Veículos Elétricos Híbridos Plug-in (PHEV) e Veículos 100% Elétricos (BEV), com um aumento em dezembro de 2020 face a novembro de 2020 de 40.3%. Tendo sido o aumento nos Veículos 100% Elétricos (46.1%) superior ao aumento nos Veículos Elétricos Híbridos Plug-in (37.1%).

Se nos referirmos ao mês homólogo de dezembro de 2019 esse aumento foi de 135.6%!, no conjunto dos BEV e PHEV. O aumento nos BEV foi de 74.2% e o aumento nos PHEV atingiu os 197.7%, muito por força da aquisição desta tipologia de veículos por parte das empresas aproveitando os atuais benefícios fiscais.

As vendas de Veículos 100% Elétricos (BEV) foram afetadas nos meses de abril e maio pelos efeitos do confinamento geral, tendo iniciado alguma consolidação entre junho e agosto, para terminar o ano com um forte crescimento no último trimestre, finalizando em dezembro com a entrega recorde de 1.214 viaturas num único mês!

No caso dos PHEV essa recuperação inicia-se logo a partir de maio, tornando-se mais notória partir de setembro, sempre em grande crescimento para acabar o ano com um recorde de vendas mensal de 2.054 unidades, antecipando vendas ainda abrangidas pelos benefícios fiscais em vigor os quais sofrerão uma redução no próximo ano de 2021.

Na totalidade dos Veículos Elétricos (BEV+PHEV) vemos como a pandemia da covid-19 afetou principalnente os meses de abril e maio, referentes à aplicação das medidas mais restritivas de confinamento impostas pelo estado de emergência que vigorava na altura. Tendo a partir de junho revelado alguma consolidação das vendas com a recuperação a ser mais visível a partir de setembro e terminando o ano em grande crescimento antecipando um excelente ano de 2021 para a mobilidade elétrica.

As vendas de automóveis ligeiros de passageiros com motores de combustão interna, movidos a combustíveis fósseis, registaram uma autêntica hecatombe durante o ano de 2020. Só num único mês, fevereiro, registaram um pequeno crescimento de 3.6%, durante os restantes 11 meses do ano obtiveram sempre quedas nas suas vendas, tendo terminado o ano de 2020 com uma queda de 40.6% nas vendas dos veículos com motores de combustão, a gasolina ou a gasóleo, face a 2019.


As vendas de Veículos Elétricos (BEV e PHEV) registaram um aumento anual de 55.3% face a 2019, tendo apenas registado quedas nos meses de abril e maio por força do impacto provocado pela estado de emergência em que o país viveu. Um claro sinal de que as pessoas optam por soluções mais sustentáveis desde que existam modelos disponíveis.

As vendas de Veículos Elétricos obtiveram uma quota de mercado anual de 13.6% e uma excelente quota de mercado mensal de 22.5%!

Neste gráfico fica mais visível o comportamento das vendas mensais de 2020 referentes ao respectivo mês homólogo de 2019, dos Veículos Elétricos (VE), a azul, face às vendas mensais dos Veículos de Combustão Interna (MCI) a cinzento.

Numa análise exclusiva às vendas dos Veículos 100% Elétricos (BEV), verificamos que após quatro meses de quedas, fruto do estado de emergência em que o país viveu, as vendas dos BEV registaram uma forte recuperação atingindo um aumento de 126% em novembro e de 71.4% em dezembro, tendo registado subidas em oito dos doze meses. A quota de mercado dos BEV atingiu os 5.9% na totalidade do ano de 2020 e uma quota de mercado de 9.4% no mês de dezembro, números impensáveis há relativamente pouco tempo. Praticamente um em cada dez automóveis ligeiros de passageiros vendidos em 2020 foi um automóvel exclusivamente elétrico!

Neste gráfico também fica mais visível o registo das vendas mensais de 2020 referentes ao mês homólogo de 2019, dos ligeiros de passageiros exclusivamente elétricos (BEV), a verde, face ao registo dos ligeiros de passageiros com motores a gasolina ou a gasóleo (VCI), a cinzento.

Analisando exclusivamente as vendas de Veículos 100% Elétricos (BEV), em 2020, verificamos que 83,2% dos veículos vendidos foram automóveis ligeiros de passageiros, devido ao cada vez maior número de novos modelos lançados nos últimos anos e à falta de opções disponíveis nas restantes categorias.

Esta situação contrasta com os primeiros anos da Mobilidade Elétrica em Portugal, em que a grande maioria dos Veículos 100% Elétricos vendidos eram Ciclomotores e Motociclos, em 2011 dos Veículos 100% Elétricos vendidos em Portugal, 45,7% corresponderam a Ciclomotores e 17% a Motociclos.


As Marcas mais vendidas em Portugal em 2020

Nos automóveis ligeiros de passageiros, relativamente às marcas mais vendidas em dezembro e no total do ano de 2020, a Tesla lidera ambos os top 5 de vendas!

Em dezembro de 2020, a Tesla vendeu 271 veículos, seguido pela Renault, com 164 viaturas e a Nissan, com 151 unidades. Quanto ao top de vendas do ano de 2020, a ordem permanece inalterada desde novembro de 2020, com a Tesla a liderar, seguida da Renault, Nissan, Peugeot e Hyundai.

Analisando as marcas mais vendidas de modelos PHEV em Portugal, a Mercedes-Benz mantém a liderança, tanto em dezembro de 2020, como no total de vendas do ano, seguida pela BMW e pela Volvo. Salientamos ainda a marca Audi que, pela primeira vez, entra no top 5 de vendas mensais de veículos Híbridos Plug-In em Portugal.

No que diz respeito às vendas acumuladas de BEV e PHEV, as marcas que mais venderam em dezembro de 2020 foram a Mercedes-Benz, com 606 veículos, seguida da BMW, com 549 veículos, a Volvo, com 326 veículos, a Tesla, com 271 veículos e a Peugeot, com 265 veículos.

Neste ano de 2020 as vendas de ligeiros de mercadorias começaram a ter alguma expressão, sempre em crescendo. Se juntarmos as duas categorias, veículos ligeiros de passageiros e ligeiros de mercadorias, a marca mais vendida em 2020 foi a Renault no conjunto de todos os modelos 100% elétricos ligeiros de passageiros e de mercadorias.

De salientar que num ano em que as vendas de veículos PHEV dispararam, a Tesla, a única marca automóvel que comercializa exclusivamente veículos 100% elétricos, encontra-se no top 5 de vendas dos ligeiros de passageiros de 2020, de veículos BEV e PHEV!

O próximo ano vai ser seguramente um ano de grandes avanços na eletrificação dos transportes e da mobiliadde dos humanos, contribuindo assim para a descarbonização da economia, absolutamente necessária face à atual ameaça das alterações climáticas sobre as condições de vida para a espécie humana no único planeta, que saibamos, reune essas condições.

Todos e cada um de nós pode fazer algo, nós na UVE já adotámos os veículos elétricos como forma de nos deslocarmos, deixámos de consumir combustíveis fósseis, e você?

Neste início de um Novo Ano, experimente um Veículo Elétrico, vai ver que entrará numa nova realidade que já está aí, não é o futuro é hoje, é agora!

Artigos relacionados


Vendas de Veículos Elétricos em novembro de 2020 aumentam 80% em relação a novembro de 2019

Crescimento consolidado das vendas dos Veículos Elétricos, quer dos veículos 100% elétricos (BEV – Battery Electric Vehicle), quer dos veículos híbridos plug-in (PHEV – Plug-in Hybrid Electric Vehicle). Apesar do ano de pandemia que atravessamos os Veículos Elétricos apresentam um forte crescimento das suas vendas.


MITO DESFEITO

Emissões de CO2. Mito desfeito.

21 de abril de 2020
A Federação Europeia de Transportes e Ambiente divulgou o seu mais recente estudo comparativo acerca das emissões de dióxido de carbono (CO2) entre um carro com motor elétrico e um carro com motor de combustão interna.

A conclusão é indesmentível e coincide com as posições que a UVE – Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos sempre tem defendido: um carro elétrico é muito mais limpo que um carro a gasóleo ou gasolina! Na União Europeia, os carros com motores a gasóleo ou gasolina emitem três vezes mais CO2 do que a média de emissões dos carros elétricos.