O que é um HUB?

Artigo publicado na edição nº 44 da revista Blueauto de junho de 2021, sobre os Hubs de Carregamento instalados em Portugal.


Henrique Sánchez
Presidente da UVE – Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos
Artigo Mensal de Opinião na Revista Blueauto


A Rede Nacional de Carregamento para Veículos Elétricos (VE) está cada vez mais perto de todos os cantos e recantos de Portugal, e a sua expansão continua a grande velocidade.
Desta Rede Nacional fazem parte os carregadores da Rede Pública de Carregamento, sob gestão da Entidade Gestora da Mobilidade Elétrica, atualmente a MOBI.E, constituída por 3.236 PCN (Ponto de Carregamento Normal), 537 PCR (Posto de Carregamento Rápido) e 21 PCSR/PCUR (Posto de Carregamento Super-rápido/Posto de Carregamento Ultrarrápido) e os carregadores das diversas Redes Privadas de Carregamento, melhor dizendo, redes que não se encontram sob gestão da MOBI.E, como sejam a da Tesla (exclusiva para os veículos da marca), com 171 PCN e 106 PCSR/PCUR, a do Continente Plug & Charge com 84 PCN e 12 PCR, e outras de menor dimensão (Nissan, Power Dot/Uber, Porsche, etc.), perfazendo um total de 4.315 pontos de carregamento a nível nacional, assim distribuídos:

O que falta então à nossa Rede Nacional de Carregamento para Veículos Elétricos? Quanto a mim, estes 3 vetores, pela seguinte ordem de importância:

  • Estações de Carregamento com múltiplos carregadores (HUB)
  • Maior capilaridade da Rede Nacional de Carregamento
  • Carregadores com maiores potências

Voltando ao título deste artigo, “O que é um HUB?”

A melhor definição de “HUB”, palavra inglesa, é o centro de uma atividade, que numa tradução livre, no caso da mobilidade elétrica, poderemos traduzir como “Estação de Carregamento”. Só que esta Estação de Carregamento para Veículos Elétricos é uma Estação com vários carregadores, um verdadeiro HUB, um centro de atividade.

A exemplo das Áreas de Serviço e das Estações de Serviço dos combustíveis fósseis, com múltiplos distribuidores permitindo o abastecimento simultâneo de vários veículos, começam a ser criadas as primeiras Estações de Carregamento para Veículos Elétricos com múltiplos carregadores, os já referidos HUB, como se convencionou chamar.

O primeiro desses HUB, ligado à Rede Pública de Carregamento, foi criado em Sintra, no Lourel, com um conjunto de 4 PCR de 50 kW, permitindo o carregamento simultâneo de quatro Veículos Elétricos.


Estação de carregamento do Lourel, Sintra


Estão, neste momento, em fase adiantada de instalação, quatro Estações de Carregamento em Lisboa, com 6 PCR de 50 kW cada, e que permitirão o carregamento simultâneo de 12 Veículos Elétricos. Estas Estações (HUB) estão localizadas em Belém, no Campo Grande e no Parque das Nações. No total permitirão o carregamento simultâneo a 36 veículos elétricos, eliminando de vez qualquer dificuldade em realizar um carregamento rápido de um Veículo Elétrico, no concelho de Lisboa.


Estação de Carregamento (HUB) em Belém


Estação de carregamento (HUB) no Campo Grande


Estação de carregamento (HUB) no Parque das Nações


Estes três HUB estão prestes a ser inaugurados, prevendo-se a sua ligação à Rede Pública de Carregamento de Veículos Elétricos durante o próximo mês de junho.

A MOBI.E também lançou um concurso, já concluído, para construção de 10 HUB, composto cada um por 1 PCUR de 160 kW, 3 PCR de 50 kW e 5 PCN de 22 kW, nas seguintes localizações: Braga, Viseu, Matosinhos, Vila Nova de Gaia, Aveiro, Coimbra, Leiria, Loures, Almada e Loulé. Estes HUB deverão estar instalados até ao final do corrente ano.

Outro exemplo de uma Estação de Carregamento com vários carregadores, neste caso rápidos e normais, também ligada à Rede Pública de Carregamento, é a Estação de Carregamento instalada na Área Comercial do Alegro, no Montijo, que permite o carregamento simultâneo de 8 Veículos Elétricos.


Estação de Carregamento (HUB) do Alegro, no Montijo


As mais recentes Estações de Carregamento (HUB) foram as lançadas pela Brisa no âmbito da iniciativa Via Verde Electric. Estas Estações de Carregamento vão cobrir toda a rede de autoestradas concessionadas à Brisa, num total de 1.100 km. As primeiras Estações de Carregamento da Via Verde Electric já foram inauguradas e já estão ligadas e em funcionamento. A primeira de todas foi a de Almodôvar, na A2, que já tem instalados os primeiros carregadores ultrarrápidos da rede transeuropeia da Ionity de 350 kW, no caso de Portugal ligados à Rede Pública de Carregamento.


Estações de Carregamento da Via Verde Electric


Estações de Carregamento (HUB) não geridas pela MOBI.E

As maiores de todas as Estações com múltiplos carregadores, neste caso super e ultra rápidos, existentes em Portugal, são as dos SuperCarregadores da Tesla (SuC), exclusivos para os veículos da marca. O primeiro SuC a surgir em Portugal foi em Fátima, com 8 stalls de 125 kW, atualmente tem 14 stalls de 150 kW. A maior Estação de Carregamento da Tesla em Portugal, é o SuC da Mealhada com 20 stalls e os mais potentes são os instalados no SuC de Loulé, que são de 250 kW.


SuC em Fátima com os 14 stalls


SuC na Mealhada com 20 stalls


Ainda nas redes de carregamento sem ligação à Entidade Gestora da Mobilidade Elétrica, a MOBI.E, já foram inauguradas várias Estações de Carregamento instaladas nos hipermercados e supermercados da cadeia Continente, com o nome de Continente Plug & Charge, e que permitem carregamentos aos utilizadores do cartão ou da aplicação Continente. Esta solução, que vem complementar a Rede Pública de Carregamento, permite aos clientes daquela cadeia de distribuição carregarem os seus veículos enquanto realizam as suas compras.

Ao mesmo tempo que estas Estações de Carregamento para os Veículos Elétricos (HUB) com vários carregadores e com diferentes potências vão sendo instaladas e inauguradas, elimina-se a dificuldade de existir apenas um equipamento por local. Além de em cada Área de Serviço nas autoestradas existirem PCR, verificamos também a instalação de Postos de Carregamento em localidades cada vez mais distantes do litoral, o que vem trazer a capilaridade necessária a uma Rede de Carregamento que se quer Nacional e abrangente.

Para concluir, com os três vetores identificados no início, temos a instalação de Postos de Carregamento isolados com potências acima dos 100 kW, o que permite reduzir o tempo de carregamento para aqueles Veículos Elétricos que possuam a capacidade de carregar a estas potências, e que felizmente são cada vez mais.

A Mobilidade Elétrica em Portugal está, assim, em franco desenvolvimento e com um crescimento cada vez mais acelerado.

Lisboa, 31 de maio de 2021


A edição nº 44 da Blueauto assinala o 4ª aniversário da revista.
A UVE dá os parabéns pelo quarto aniversário da revista Blueauto, que muito tem contribuído para a divulgação da mobilidade elétrica em Portugal e que continua sempre a inovar como foi recentemente o lançamento da edição semanal digital.

Consulte a edição digital da Revista Blueauto, nº 44

Artigos relacionados


Anunciadas as taxas da EGME – Taxas desajustadas no momento desadequado

Artigo publicado na revista Blueauto nº 43, de maio de 2021.


Incentivos do Estado à Aquisição de um Veículo Elétrico – 2021

Artigo publicado na revista Blueauto nº 42, de abril de 2021.