Comunicado n.º3/2020

Comunicado UVE relativo ao alargamento da fase comercial, a 1 de julho de 2020, a toda a Rede Pública de Carregamento.

Comunicado n.º3/2020

Toda a Rede Pública de Carregamento em fase comercial

A totalidade da Rede Pública de Carregamento para Veículos Elétricos – carregadores rápidos (PCR) e carregadores normais (PCN) -, sob gestão da Entidade Gestora da Mobilidade Elétrica (EGME), a MOBI.E S.A., entra hoje, dia 1 de julho de 2020, na sua fase comercial, pondo assim um ponto final ao Projeto Piloto da MOBI.E, que tendo prevista uma duração de um ano e meio, acabou por prolongar-se por cerca de dez anos, fruto de diversos reveses políticos, (entre 2012 e 2015), bem como por reestruturações das entidades parceiras do Projeto Piloto.

Nesta data, marcante para a mobilidade elétrica em Portugal, a UVE – Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos, realça a necessidade de possuirmos em Portugal uma Rede Pública de Carregamento operacional, eficiente, bem sinalizada, protegida, segura e abrangendo a totalidade do território nacional.

O que muda no dia 1 de julho de 2020?

  1. Os cartões emitidos pela MOBI.E deixarão de ativar os postos de carregamento;
  2. Os postos de carregamento só serão ativados pelos cartões dos CEME (Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica);
  3. Qualquer cartão de um CEME, ativa todos os postos de todos os operadores;
  4. Nos postos que não tenham afixados os custos de operação dos mesmos, da responsabilidade do Operador do Posto de Carregamento (OPC), só poderá ser cobrado ao Utilizador o custo da eletricidade consumida conforme contrato estabelecido com o CEME, e respetivas taxas e impostos;
  5. Qualquer irregularidade, quer na prestação do serviço, quer na respetiva faturação, deve ser alvo da respetiva reclamação à entidade fiscalizadora, a ENSE – Entidade Nacional para o Setor Energético (www.ense-epe.pt);
  6. Todos os postos devem estar devidamente sinalizados quer horizontalmente, quer verticalmente, para as entidades fiscalizadoras poderem autuar os prevaricadores;
  7. Todos os postos devem possuir proteção face ao sol e à chuva, como aliás é norma em todos os outros postos de distribuição de combustíveis fósseis;

A todos os Utilizadores de Veículos Elétricos, a UVE, deseja muitos quilómetros em modo elétrico, sem emissões locais de gases tóxicos, e assim contribuindo para a eletrificação dos transportes e para a descarbonização do planeta.

Saudações Elétricas, preferencialmente renováveis.

Lisboa, 1 de julho de 2020

O Conselho Diretivo da UVE.

Comunicado para consulta:

Artigos relacionados


3ª Tertúlia Elétrica, com a presença de Alexandre Videira, da MOBI.E

A 3ª edição das Tertúlias Elétricas UVE, teve lugar dia 30 de junho, em direto na página de Facebook da UVE, com a presença de Henrique Sánchez, Presidente da UVE, e Alexandre Videira, Administrador da MOBI.E. Na véspera do início da fase comercial de toda a Rede Pública de Carregamento, com a entrega da concessão a operadores privados de 663 PCN – Postos de Carregamento Normal, instalados em espaços públicos de acesso público, mais conhecidos como os postos que estão na via pública.


Fim do período transitório dos carregamentos gratuitos na rede PCN

MOBI.E, como Entidade Gestora da Mobilidade Elétrica (EGME), anunciou o fim do período transitório dos carregamentos gratuitos na rede de carregamento normal (PCN – Posto de Carregamento Normal), pelo que, a fase comercial dos mesmos terá início a partir de 1 de julho de 2020.


Cerimónia de Lançamento do Concurso de Concessão da Rede de Postos de Carregamento da MOBI.E

A 27 de dezembro de 2019, no Ministério do Ambiente e da Ação Climática, em Lisboa, realizou-se a Cerimónia de Lançamento do Concurso de Concessão da Rede de Postos de Carregamento da MOBI.E (procedimento n.º 14283/2019), sendo o último passo para o fecho do Projeto Piloto e para a entrada de toda a Rede Pública na sua fase comercial.